Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27/04/2014


Gostar da favela e morar no Leblon. Pode?



Há muito tempo que não escrevo sobre coisas que não sejam sobre o universo mulherzinha. Mas hoje me veio a inspiração para comentar sobre um assunto que me me deixou encucada sobre a como as pessoas se posicionam quanto a  mobilidade entre classes sociais. Na verdade, nem sei se esse seria o termo certo, mas não estou conseguindo encontrar uma expressão melhor.

Hoje eu estava vagando pelo Facebook quando vi uma crítica que anda rolando por ai: uma foto da Regina Casé com a seguinte frase: "Adoro a favela. Moro no Leblon". E logo abaixo, comentários como "Ela é muito hipócrita"... "Gostar da favela morando no Leblon realmente é fácil". Foi aí que comecei a pensar na situação e a questionar sobre qual o real problema de pertencer a uma classe social e se inserir e participar da realidade de outra. 

Porque muitas pessoas acham hipocrisia você ser rico e mesmo assim gostar de andar com pessoas sem muito dinheiro. Quer dizer que se eu sou pobre não posso gostar de lagosta? Se eu sou rico não posso gostar de funk? Me desculpe quem pensa assim, mas isso me soa preconceituoso.

Acredito que o mais legal da vida é você poder conhecer a diversidade de culturas e histórias. Poder conhecer pessoas interessantes, com estilos diferentes, com gostos diferentes nos fazem crescer porque cada experiência acrescenta muito na nossa vida. Imagina como seria chato eu nascer rica e ter que ficar sempre naquele círculo fechado e pequeno que é a classe A do nosso a país. Ou então, imagina que triste eu não poder conhecer coisas sofisticadas e boas só porque são para ricos e eu sou pobre? Isso é uma coisa a se pensar.

5

5 comentários:

  1. Não acho que seja preconceituoso, realmente é fácil gostar da favela morando no Leblon. A Regina, que preza muito a favela, gosta porque não sofre como quem mora lá. Ela dorme todos os dias tranquilamente, sem medo de que alguém da sua família leve um tiro de bala perdida ou vire traficante, etc... Ela só enxerga o lado "bom" da favela, e eu acho mesmo que isso é uma grande hipocrisia. Devo ter assistido ao programa dela apenas umas duas vezes, e foi o suficiente para ver o quanto só fala de samba, funk e felicidade. Ela pode sim gostar da favela, mas aposto que não moraria lá, e nem visitaria sem estar cheia de seguranças a sua volta! Enfim, não gosto mesmo do programa dela.

    Você escreve muito bem e gostei da sua opinião, respeito total. Também concordo com o último parágrafo, mas a Regina força a barra.

    Amei o seu blog e estou seguindo aqui! :-)
    ✽ la petit isadora

    ResponderExcluir
  2. Concordo perfeitamente com você.
    Acho muito preconceituoso quem acha que quem é rico tem que andar só com rico.
    Que besteira!
    As pessoas pode muito bem andar com bem endenter, visitar onde quiser...
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Boa parte da nossa sociedade é preconceituosa e ignorante, não importe o que a gente fale ou faça, sempre vai ter alguém pra criticar ou discordar. Mas o que importa é nós mesmos, devemos fazer e falar o que achamos certo e nos agrada, o que os outros falam a respeito é irrelevante. :D
    Amei o blog, lindo... beijos

    http://semtempestade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Realmente não vejo problemas você morar no Leblon e "gostar" da favela. Na minha opnião o problema é o esteriotipo que ela faz (e mostra no programa) do pobre e do favelado.
    E como foi dito acima, só mostrar o "lado bom" (mesmo que esteriotipado) e fechar os olhos pros problemas é no mínimo desrespeitoso.

    ResponderExcluir

Obrigada pelos comments!Seu comentário é muito importante para o desenvolvimento do blog! *-*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...